E parece que o Galaxy S8 Plus é bem difícil de ser arrumado de acordo com a iFixIT

Gostou ? Compartilhe !!!Tweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInPin on PinterestShare on Facebook




Agora já sabemos que o Galaxy S8 e o Galaxy S8 Plus são bem difíceis de ser reparados de acordo com um vazamento do iFixIT.

Após um procedimento de desmontagem cuidadoso os especialistas em reparo de smartphones da iFixIt concluíram que o Samsung não tornou o reparo dos mais novos membros de sua família nem um pouco fácil.

A desmontagem acabou mostrando que não há lá muitas diferenças de hardware entre os smartphones  Galaxy S8 e o S8 Plus que acabam tendo como diferença principal realmente o tamanho.

Portanto, seja um ou outro a coisa não é nada fácil quando se precisa reparar o smartphone, pois há uma fita que prende os paíneis e para desmontar é necessário que seja inserido calor para que eles se soltem.

O processo para fazer isto pode causar a quebra dos painéis de vidro do dispositivo o que o torna muito difícil de reparar, e portanto, é bom caso você esteja pensando em comprar um destes dispositivos, que se prepare para pagar bem caro nos reparos caso necessite.

O projeto pesado de vidro destes dispositivos tornou mais fácil para a Samsung integrar antenas no Galaxy S8 e S8 Plus de acordo com as informações do site, embora, ao mesmo tempo, esta decisão acertada de um lado tornou o reparo dos smartphones muito mais difícil.

Esta filosofia de design da Samsung não é muito diferente da adotada no Galaxy S7 e S7 Edge que também ganharam o título de difíceis de reparar.

Além disto o Galaxy S8 Plus tem 6,2 polegadas de tela sendo quase idêntico ao Note 2 em termos de capacidade e de bateria.

No geral a iFixIT não recomenda que o S8 e o S8 Plus sejam abertos a menos que não haja outro caminho além deste.

Como os painéis traseiro e dianteiro do dispositivo são feitos de vidro abri-los sem que se trinque ou quebre algo é uma missão quase impossível.

Além disto como os painéis são curvos qualquer mexida neles podem causar problemas também em diversos pontos dos dispositivos.
Em uma nota um pouco melhor os componentes internos do smartphone não são difíceis de substituir, já que a maioria deles são modulares. As baterias também são substituíveis desde que, você consiga chegar até elas abrindo o smartphone sem destruí-lo.

Os smartphones estão programados para ir a venda no dia 21 de abril e portanto, será interessante ver como a Samsung vai se comportar no suporte a todos os usuários.

Um design bonito, smartphone muito legal, mas que não é lá pensado para o dia a dia, já que acidentes são um ponto comum em quem tem telefones.

Vamos ver o que os usuários vão achar do smartphone assim que ele realmente estiver sendo usado todos os dias.

 

Via Android Headlines