O Snapdragon 835 chega com o Galaxy S8 mas não estará no LG G6

Gostou ? Compartilhe !!!Tweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInPin on PinterestShare on Facebook




Para quem como eu está esperando para ver um dispositivo com o Snapdragon 835 parece que temos boas notícias. De acordo com um relatório da Forbes a Samsung está recebendo o primeiro lote de chips 10nm Snapdragon 835 da Qualcomm para uso em seu Galaxy S8 que deve chegar ao mercado no dia 14 de abril.

A Qualcomm se juntou com a divisão de chips da Samsung para construir o seu chip de 10nm. Para quem não sabe a divisão de chips e celulares da Samsung são empresas separadas e, agora, parece que após este acordo a Samsung ( celulares ) está recebendo os primeiros chips para a produção do seu smartphone.

Como resultado outros fabricantes de cara não poderão lançar dispositivos com o Snapdragon 835 até Abril e , portanto, isto significa que o LG G6 que era um dispositivo que esperávamos também vir com este novo Snapdragon deve vir com o Snapdragon 821.

O motivo é que ele está sendo esperado para o dia 26 de fevereiro.

Com toda certeza isto será um grande diferencial para a Samsung que terá um concorrente com o chipset do ano passado. Pode não haver lá grandes diferenças em termos de desempenho entre o Snapdragon 835 e o 821, mas há funcionalidades que fazem uma grande diferença como Bluetooth 5, Quick Charge 4.0, Gigabit LTE etc.

E com isto parece que a LG vai se concentrar mesmo em otimizar o software e fornecer coisas legais em outras áreas. O fabricante já confirmou que teremos resistência a água , uma configuração de câmera dupla , tela de 5,7 polegadas QHD+ e ainda uma tela com maior aproveitamente de espaço, ou seja, menos bordas.

Com toda certeza outros fabricantes com isto serão forçados a atrasar um pouco mais seus dispositivos e assim, teremos muitos dispositivos sendo lançados um pouco mais tarde este ano.

Uma notícia bem chata já que o Snapdragon é um processador muito utilizado e com isto, irá atrasar muita novidade de chegar aí por causa deste acordo com a Samsung que acaba também produzindo os seus Galaxy S também com o seu horrível Exynos.

Via Android Central