A Xiaomi liberou o código fonte do Kernel do RedMi 1S no GitHub

Gostou ? Compartilhe !!!Tweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInPin on PinterestShare on Facebook




Se não me engano a Xiaomi foi assunto de um post aqui ontem e parece que ela está novamente aqui. Como já foi dito e deve ser de conhecimento de boa parte das pessoas que curte este blog a Xiaomi se tornou um dos principais fabricantes dentro do ecossistema do Android. Como é na realidade um fabricante com muito peso na Ásia ela acaba não sendo muito divulgada fora desta área, mas, em compensação, é uma empresa com vasto mercado.

Mesmo assim, ela tende a violar abertamente muito da idéia de colaboração do ecossistema Android. Diversos relatos em boa parte dos fóruns falam que ela utiliza o trabalho de desenvolvedores independentes sem pedir ou até, creditar os autores e ainda, rotineiramente, viola a GPL, que é sem dúvida um dos grandes problemas para a maioria dos projetos livres por aí.

Mas parece que a coisa mudou. Dois dos altos executivos da Xiaomi, Donnovan Sung e Hugo Barra anunciaram que a empresa está liberando o código fonte do kernel para um dos aparelhos de linha média deles, o Redmi 1S.

RedMi 1S

Algo muito legal e, diga-se bizarro para quem é desenvolvedor. Como parece que eles não usavam o GitHub ( onde está hoje o código ) eles tem somente um commit com praticamente toda o histórico de commits do seu kernel ( ou seja, seria como um único commit enorme no repositório ).

É um ótimo movimento da Xiaomi para tentar ganhar mais respeito da comunidade de desenvolvedores, mas, acredito, será difícil. Como ela tem um histórico de desrespeito constante ela realmente só ganhará este grau de respeito se conseguir liberar o código de todos seus outros dispositivos e, ainda, conseguir manter uma regularidade de liberação de código para todos os seus próximos dispositivos lançados.

Esta é uma notícia que não faz muita diferença para o usuário final que usa no fim, a ROM que vem no celular. Mas é uma notícia ótima para todos os outros usuários que gostam de modificar seus celulares e ainda aos desenvolvedores que estavam tendo muitos problemas em criar ROMs alternativas para os modelos destes desenvolvedores.

Sim, porque facilitaria o trabalho de quem está igual louco tentando colocar ROMs em operação nestes modelos tal qual o pessoal que conseguiu rodar a CyanogenMod 12 em um dos modelos desta fabricante, o Mi 3.

Eu olho com uma certa atenção para  a Xiami porque os hardwares são interessantes e pelo acordo com a China, podermos importar mais facilmente as coisas de lá.

Mas ao mesmo tempo, desconfio de empresas que não respeitam o licenciamento e tem um histórico tão ruim como o deles.

O ideal é acompanhar os fóruns que estão falando sobre o tema e o fórum da MIUI ( que se não me engano é a ROM do aparelho ) há uma extensa discussão sobre o tema e sobre o código fonte que foi liberado no GitHub.

Via XDA-Developers