Notícias

A Oneplus poderá mudar o nome do Dash Charge após um problema judicial. Novo nome é Jet Charge

Para quem não sabe, e por sinal nem eu sabia ainda,  já que tem um tempo que estou meio fora do mundo da tecnologia ( vou explicar logo abaixo ) , a Oneplus está planejando mudar o nome da sua tecnologia Dash Charge para Jet Charge, isto tudo por causa de um problema jurídico que eles tiveram. Até o momento eles ainda não tiveram nenhuma das aplicações de nova marca aceitas e infelizmente, qualquer pessoa de fora ainda pode tentar opor-se a nova marca, na EUIPO nos próximos 3 meses.

Mas o nome Jet Charge ( mais feio, já que Dash Charge me lembrava uma das criptomoedas mais legais que eu conheço ) aparece como terceira opção já que eles tentaram a um tempo atrás registrar o nome Warp Charge.

A segunda opção de nome já está perto do fim do seu período de oposição e, sendo assim, após o dia 30 de outubro eles já podem pedir aprovação, já que na União Europeia o processo não é automático.

Ambas as marcas, Jet Charge e Dash Charge usam fontes personalizadas que não podem ser encontradas em nenhum repositório público e na primeira letra, evidentemente, pois são tecnologias de carregamento tem um relâmpago.

O que ocorreu ?

Uma fabricante de produtos de áudio, Bragi, entrou com uma ação contra a Oneplus no final de julho alegando que o uso da palavra “Dash” pela empresa chinesa vai contra uma marca de sua propriedade associada ao portfólio de headsets Dash.

O litígio foi iniciado na União Européia e depois foi aberto um processo idêntico nos Estados Unidos na Califórnia este ano.

A Oneplus foi forçada a parar de usar o nome em seus materiais de marketing em março e a EUIPO acabou negando o registro da sua marca em março.

Dois meses depois a empresa publicou uma atualização para todos os smartphones Android em que a marca “Dash Charge” passou a se chamar “Carregamento rápido” o que causou, logicamente, nos usuários uma certa confusão já que o nome já é bem conhecido no mercado.

As duas ações judiciais da Bragi contra a Oneplus ainda não avançaram e podem levar anos para serem resolvidas e esta ação da Oneplus de fugir de ficar com a marca ainda sendo usada foi inteligente. Ela pode inclusive com isto conseguir um acordo extrajudicial já que mostrou boa fé e bom senso em retirar tudo do mercado.

O problema é que todos os produtos antes do seu próximo dispositivo, o Oneplus 6T tiveram que sofrer uma atualização bem rápida, causando este pequeno furor em seus usuários já que eles acabaram não tendo muito tempo para divulgar nos meios de comunicação.

A tecnologia Dash Charge ou qualquer nome que ela venha a ter é baseada na antiga solução VOOC desenvolvida pela empresa parceira da Oneplus, a OPPO Electronics.

Além de ser mais veloz que a maioria dos mecanismos de carregamento rápidos do mercado já que sua base não é o aumento de corrente e sim, de tensão. Isto dá a sua tecnologia uma característica bem legal que é não aquecer em excesso o dispositivo, já que quem esquenta mesmo acaba sendo o carregador ( lembre-se das aulas de eletricidade em física e entenderá o porque ).

O recurso sempre foi um grande diferencial da empresa desde o nomento em que foi apresentado ao mundo, já que agradou em muito sua base de fãs espalhados no mundo.

O chato disto é que o produto em si fica sem marca até que os registros Warp Charge e Jet Charge possam vir a ser aprovados na EUIPO. Assim até o final do ano o produto existe, mas fica sem marca.

Como o processo ainda está em andamento, acredito que a empresa tente lutar pelo problema em duas frentes … uma judicial, contra a Bragi e a outra, criando uma nova marca, que poderá inclusive ser um bom motivo para que a mesma venha com novidades para um novo “Dash Charge”.

 

Fique calmo, pois o problema é só com a marca .

Como eu já disse acima, para quem é consumidor nada muda além da marca. A tecnologia permanece a mesma mas o único grande problema será como ela será chamada.

próximo dispositivo da empresa que é o Onepuls 6T provavelmente será o seu primeiro dispositivo que não será anunciado com o “suporte ao Dash Charge” no lançamento.

Como ele está para chegar no dia 30 de outubro com toda certeza eles tem um pequeno desafio de marketing aí pela frente.

Mesmo com estas questões legais a Oneplus continua crescendo, até porque já estão com uma grande parceria com a T-Mobile nos Estados Unidos.

Ao ter seu mais recente dispositivo com uma linha de prelo um pouco mais agressiva , em uma operadora bem grande nos Estados Unidos a Oneplus realmente deverá fazer um grande barulho com o seu Oneplus 6T.

Os processo da Bragi com toda certeza não vão causar nenhum problema a empresa, e, talvez, nem mesmo a remoção da entrada de fone de ouvido 3,5mm.

A empresa deve estar correndo contra o tempo para conseguir uma marca para a sua tecnologia de carregamento rápido já que ela tem o Oneplus 6T chegando ao mercado.

Não sabemos ainda qual será a ação da empresa, mas uma coisa é certa. A Bragi também ganhou muito com o processo pois seus produtos, caso sejam bons, podem ganhar um bom boom depois de aparecer junto com o nome Oneplus na maioria dos sites.

 

Via Android Headlines

Recomendados Para Você:

Sobre o autor

ataliba

Pai, marido, e analista de Sistemas que nos últimos anos se especializou em Linux e Unix e adora redes. Por este motivo celulares se tornaram seus grandes companheiros e no Android achou a mesma facilidade de personalização que tinha nos Linuxes.
A partir daí desenvolveu grande paixão pelo sistema operacional e é sobre isto que falará aqui.

Siga-nos nas Redes Sociais




Que tal nos acompanhar via Sparkle ?

Acompanhe nosso blog via Sparkle
Que tal nos acompanhar via Sparkle ? Asssine nossa trilha e receba nosso conteúdo automaticamente no seu smartphone.

/* ]]> */