Editorial Notícias

Estado sendo estado : Whatsapp é bloqueado novamente no Brasil

Viver no Brasil é viver numa república em que nosso judiciário é incapaz de trabalhar corretamente. Nossos juízes vivem ali no século passado e ainda acham que tudo se resume ao Windows que eles usam.

E porque isto ? Porque o estado é sempre estado. Poderia entrar na discussão filosófica da palavra estado e chegaríamos em conceitos maiores. Mas nem vou entrar nisto. Vou deixar estado, porque todos sabem que isto define toda a estrutura que temos que manter todos os dias com pelo menos 30% dos nossos ganhos retidos ali, direto na fonte.

E por isto, é estranho notar que mesmo com tanto dinheiro correndo no bolso dos juízes, eles teimam em ser preguiçosos e simplesmente querer que empresas privadas trabalhem para eles.

E esta introdução foi porque ? Simplesmente porque hoje, novamente uma juíza ( sim, aqueles tipos de pessoas que acham acima de tudo e todos e tem complexo de divindade ) resolveu que nenhum cidadão do país pode acessar o Whatsapp.

E indepedente de você gostar ou não hoje do app sabemos que ele hoje movimenta muitos negócios, e baixa custos para que eles se mantenham operacionais.

Com esta saída do ar, muita gente terá que hoje gastar o que não tem para fazer aquilo que faz no dia a dia por um aplicativo gratuito.

Mas juízes no alto de seus salários astronômicos e ajudas de custo malucas, não usam cérebro. Usam canetas e coerção para nos fazer cair de joelhos em sua vontade ditatorial né ?

A responsável desta vez ( que tentou o dia inteiro dar a entender que fez algo bom para nós) é uma juíza do Rio de Janeiro, da Vara de Execuções Penais Daniela Assumpção Barbosa que vem com o mesmo argumento de sempre que o Facebook foi notificado 3 vezes para entregar mensagens que seriam referente a uma investigação criminal em Duque de Caxias.

Como eles não entregaram ( e na minha opinião isto não é obrigação deles e sim do judiciário se virar para conseguir meios para interceptar isto ) ela como uma semideusa simplesmente notificou as operadoras que são agora obrigadas a suspender o serviço imediatamente.

O mais engraçado é que ela vem com um papo retardado ( sim, não tem outro nome ) para dizer que como o crime evolui, o judiciário tem que evoluir também.

Só que só por esta frase já vemos que a magistrada não respeita a liberdade individual de ninguém e acha normal que todos nós confiemos nela e em outros indivíduos que aplicam as leis, simplesmente porque fizeram uma prova qualquer e ganharam um cargo. Não, juíza, você não merece mais confiança que qualquer um.

Essa história de que o usuário do WhatsApp perderá a confiança no serviço é balela. Ligações de telefone são interceptadas e os usuários não perderam a confiança nas operadoras, não é mesmo? — questiona Daniela, que critica o fato de o aplicativo ser um “refúgio seguro para bandidos” — Eu mesma já recebi diversas ameaças de morte via WhatsApp .

Deixa eu explicar para você magistrada. Não, nós não confiamos nas operadoras. Somos forçados a usá-las. E ferramentas como o Whatsapp, Telegram ou Signal que nos fornecem esta camada de criptografia são confiáveis porque tiram de nós o peso de ficar diariamente preocupados com ditadores como você, que não respeitam minha liberdade.

Ou seja, nenhum brasileiro confia na sua instituição, nos governos e inclusive, em grandes corporações. Queremos a liberdade da criptografia para ir e vir sem que gente como você nos oprima diariamente com seu poder.

Mas o mais chocante é sem dúvida que ela simplesmente quer que a população não fique contra ela. Ou seja, faz a caca e quer que a gente entenda que ela fez pelo nosso bem e quer sim, que o Facebook se curve a vontade do estado brasileiro e cumpra as leis. Duvida ?

 O WhatsApp desrespeita o brasileiro. É preciso respeitar nossas leis, deixar a Justiça trabalhar e dar sequências às investigações.

Sendo que quem derespeita o brasileiro é ela … pois com o alto salário que tem até hoje não se inteirou sobre tecnologia.

Mas a birra continua. Ela fica puta quando o Whatsapp pede para ter acesso aos autos pois eles logicamente, querem saber se tem mesmo que investir tempo e esforço para fazer o trabalho do judiciário. Mas ela na sua birra, fala que se eles tem impossibilidades técnicas porque querem ter acesso aos autos e conhecer o que está acontecendo.

Deu para entender aí como é né ? Curve-se ao que queremos e você nem precisa saber porque. Simplesmente cumpra …

O engraçado é que as mesmas pessoas que criticam a NSA agora apoiam uma coisa como esta. A juíza destacou que na decisão em nenhum momento pediu para que fossem enviadas mensagens do passado ou envio de dados, mas sim, uma forma de desviar as menagens antes da criptografia ou que o Facebook crie uma tecnologia para rever o processo de codificação.

Note aí a preguiça do judiciário e da juíza de trabalhar. Todo este processo pode ser feito antes do Whatsapp. E portanto, é trabalho deles fazer.

Não vou ensinar aqui eles porque garantidamente cairiam aqui e pegariam a idéia mas tudo isto pode ser facilmente resolvido pelo judiciário ( se tivesse gente competente lá ) com a modificação de uma ROM que poderia interceptar e enviar estes dados diretamente dentro do próprio Android ( ou outro sistema operacional )  ou então, uma modificação do apk do Whatsapp ( quem se lembra do Whatsapp+ ) onde algumas funcionalidades do app seriam modificadas.

Sim, se eles tivessem bom senso, e menos preguiça a coisa seria feita de modo muito mais fácil do que bloquear o acesso de milhões de pessoas ao aplicativo. E nem precisa defender, porque tudo isto que eu disse acima é viável. A modificação do apk e também, a modificação de uma ROM Android.

O XDA-Developers está aí para comprovar isto.

Tendo em vista que o judiciário é capaz de resolver isto, seja com as polícias ou com sua própria infraestrutura , culpar o Facebook por isto é desrespeito.

Portanto, senhora juíza, não a culpa não é do Facebook . O bloqueio é culpa sua e de todo o judiciário que é incapaz de sair do século 18 e comecem a ter setores de tecnologia com gente de visão.

Até lá, a culpa não é das empresas privadas e sim desta estrutura enorme do judiciário, cara e inútil, que só leva chapéu dos meliantes porque eles, ao contrário de vocês, estão no século XXI.

Via Extra / Época

Recomendados Para Você:

Sobre o autor

ataliba

Pai, marido, e analista de Sistemas que nos últimos anos se especializou em Linux e Unix e adora redes. Por este motivo celulares se tornaram seus grandes companheiros e no Android achou a mesma facilidade de personalização que tinha nos Linuxes.
A partir daí desenvolveu grande paixão pelo sistema operacional e é sobre isto que falará aqui.

Siga-nos nas Redes Sociais




Que tal nos acompanhar via Sparkle ?

Acompanhe nosso blog via Sparkle
Que tal nos acompanhar via Sparkle ? Asssine nossa trilha e receba nosso conteúdo automaticamente no seu smartphone.

/* ]]> */