Notícias

O Android 8.1 reduz o tamanho de aplicativos que não está sendo utilizado




O espaço em smartphones hoje tende a ser muito maior do que era no passado mas é frustante ter que abrir constantememente aplicativos para gerenciar espaço, seja de lixos que ficam dos aplicativos ( aka Whatsapp ) ou até atualizações OTA que não limpam completamente após o uso.

Em dispositivos com mais espaço a coisa ainda fica pior. Como somos preguiçosos por excelência acabamos por deixar mais e mais arquivos lixo ali e com o tempo, mesmo tendo 32GB ou 128GB podemos chegar ao ponto de ter muito espaço ocupado a toa.

Além disto … temos também mídia. Quanto mais arquivos temos mais lento o uso do disco pelo smartphone ficará.

E agora parece que o Google finalmente pensou em nós. Um novo mecanismo do Android 8.1 libera espaço reduzindo os tamanhos de cache dos aplicativos.

Um commit de 31 de outubro no git do framework da AOSP descreve uma funcionalidade de salvar espaço que é acionada automaticamente quando o dispositivo está rodando com pouco espaço.

Depois de um tempo especificado pela sysprop pm.dexopt.unopt_after_inactive_days as aplicações que não estiverem sendo usadas serão marcadas como inativas pelo Android e irão ser modificadas.

E o que são aplicações ativas. São todas aquelas que foram recentemente usadas em tela cheia ou então, estão sendo usadas por outros apps.

Portanto, vamos ao modo como isto funciona: no Android 8.1 aplicações que foram marcadas como inativas não rodarão via dexopt que é uma aplicação Android que cria .arquivos .dex para criar os arquivos .odex ( bagunçou ? O XDA tem um documento sobre isto e depois faremos um post aqui sobre isto também ).

E com isto removemos um monte de espaço usado dentro da Dalvik Cache.

Parece uma solução bem elegante mas não é uma solução final, já que as aplicações ativas continuarão a usar o mesmo espaço.

E como esta funcionalidades está no Android 8.1 e a maioria dos fabricantes não lançou nem o Android 8.0 para a maioria dos smartphones vamos esperar muito para ver isto em nossos smartphones.

E o pior. A funcionalidade não é padrão. É necessário que o fabricante ative a funcionalidade.

Isto é legal porque poderíamos passar a ter a memória interna , que é mais rápida dedicada a arquivos de sistema e mais sérios e deixar os cartões microSD somente para mídias temporárias.

Interessantíssimo e esperemos que com o tempo o Google, um desenvolvedor alternativo ou até um fabricante consigam nos dar uma solução realmente final.

 

Via XDA-Developers




Recomendados Para Você:

Sobre o autor

ataliba

Pai, marido, e analista de Sistemas que nos últimos anos se especializou em Linux e Unix e adora redes. Por este motivo celulares se tornaram seus grandes companheiros e no Android achou a mesma facilidade de personalização que tinha nos Linuxes.
A partir daí desenvolveu grande paixão pelo sistema operacional e é sobre isto que falará aqui.

Busca

Que tal nos acompanhar via Telegram ?

Acompanhe nosso blog via Telegram
Que tal nos acompanhar via Telegram ? Asssine o nosso canal e receba nosso conteúdo automaticamente no seu smartphone.

/* ]]> */