Comunicação

Whatsapp modifica seus termos de serviço e Política de Privacidade e adiciona o compartilhamento de dados com o Facebook

Hoje o Whatsapp atualizou seus Termos de Serviço e Política de Privacidade pela primeira vez em quatro anos para refletir algumas alterações no aplicativo feitas desde esta época.

E as mudanças mais importantes ( e que podem ter implicações inclusive nos metadados que o Facebook terá como passar a partir de agora para as autoridades ) são o compartilhamento de informações com o Facebook e o Facebook Family para empresas, e, logicamente, atualizações sobre as Chamadas do Whatsapp que já está em operação a pelo menos um ano.

As mudanças em relação ao Facebook significam que algumas informações da sua conta do Whatsapp podem ser compartilhadas com o Facebook a fim de melhorar os produtos e serviços da empresa. Isso deve permitir um melhor combate ao spam e abuso, bem como melhorar também as recomendações de amigos e anúncios no Facebook.

E quais informações ( pelo menos o que é deixado aberto ) vão ser compartilhadas com o Facebook ? Evidentemente, que de cara o metadado mais importante que é o seu número de telefone e a última vez que utilizou o Whatsapp.

Isso só será compartilhado ( será ? ) quando você concordar com o Termo de Serviço atualizado.

Fora isto, o que me deixou mais chateado foi que o Whatsapp no post ainda deixa claro que algumas outras informações irão ser compartilhadas também, mas … nenhuma informação foi dada sobre isto, o que deixa quem gosta de privacidade com uma pulga atrás da orelha.

O Whatsapp fez questão de salientar muito no seu FAQ e também no blog sobre os novos termos de serviço.

Não haverá anúncios no Whatsapp , o mesmo de sempre embora possivelmente eles estejam estudando conectar-se a empresas para que você possa obter transporte, viagens ou informações sobre compromissos diretamente dentro do aplicativo, o que é, de cara, algo muito legal pois a base de usuários deles é enorme ( mas não sabemos o quanto esta abertura da API também nos causará problemas, com a entrada, por exemplo de serviços de Telemarketing que podem nos causar muitos problemas de spam ).

A empresa diz que não há dados que são compartilhados com o Facebook que vão ser compartilhados na rede , já que as mensagens são criptogradas fim a fim e ninguém pode lê-las, exceto as duas pontas que estejam nesta conversa.

Os usuários existentes também terão uma opção de não compartilhar qualquer informação com o Facebook e não há necessidade de criar uma nova conta do Facebook.

Estes novos termos de serviço refletem com o Whatsapp está realmente se tornando parte da família de aplicativos do Facebook.

Eu ainda não vi nada sobre isto na minha conta do Whatsapp ( até porque 90% do meu tempo hoje eu uso no Telegram, já que o aplicativo deixou de ser interessante após descobrir as benesses do concorrente ), mas assim que aparecer algo por aqui eu posto mais alguma coisa.

Para quem como eu não está afim de entregar mais nada para o Facebook ( e não deixar mais metadados disponíveis para as autoridades do estado ) a forma de não permitir este compartilhamento está aqui.

O que é interessante é notar que o Facebook começa a ser armar para entregar mais dados interessante para as autoridades. Como boa parte das pessoas mantém o Facebook e Whatsapp muitos não vão se dar conta destes novos termos de serviço e ligar estas redes sociais.

Ligando, a capacidade de fazer ligações entre a pessoa e seus contatos será mais fácil e dará ao Facebook a capacidade de entregar mais do que ele entregava para as autoridades quando era requerido por acontecimentos no Whatsapp.

Assim, esta interligação entre as redes sociais pode ser benéfica por um lado, mas ao mesmo tempo abre muito buraco para que sua privacidade esteja novamente escoando pelo ralo.

WhatsApp Messenger
WhatsApp Messenger
Developer: WhatsApp Inc.
Price: Free

Recomendados Para Você:

Sobre o autor

ataliba

Pai, marido, e analista de Sistemas que nos últimos anos se especializou em Linux e Unix e adora redes. Por este motivo celulares se tornaram seus grandes companheiros e no Android achou a mesma facilidade de personalização que tinha nos Linuxes.
A partir daí desenvolveu grande paixão pelo sistema operacional e é sobre isto que falará aqui.

Siga-nos nas Redes Sociais

Busca




Que tal nos acompanhar via Sparkle ?

Acompanhe nosso blog via Sparkle
Que tal nos acompanhar via Sparkle ? Asssine nossa trilha e receba nosso conteúdo automaticamente no seu smartphone.

/* ]]> */